top of page
  • Foto do escritorJuliana Martins

Como reduzir a procrastinação?


A procrastinação é um comportamento que afeta muitas pessoas, sendo caracterizada pela tendência de adiar ou evitar tarefas que precisam ser realizadas, muitas vezes em detrimento de outras atividades menos importantes. Esse hábito pode ter consequências negativas na vida profissional, acadêmica e pessoal, reduzindo a produtividade e aumentando o estresse e a ansiedade. Neste artigo, apresento algumas estratégias para reduzir a procrastinação e aumentar a efetividade na realização de tarefas.

1. Identifique o motivo da procrastinação

O primeiro passo para reduzir a procrastinação é identificar o motivo por trás desse comportamento. Muitas vezes, procrastinamos porque estamos sobrecarregados de trabalho, inseguros quanto à nossa capacidade de realização da tarefa, ou simplesmente porque não estamos motivados o suficiente. Ao identificar o motivo da procrastinação, podemos adotar medidas específicas para combatê-la.



2. Estabeleça metas claras

Um dos principais motivos que levam à procrastinação é a falta de clareza quanto ao objetivo final da tarefa. Quando não sabemos exatamente o que precisamos fazer e qual é o resultado esperado, fica mais difícil manter o foco e a motivação. Por isso, é importante estabelecer metas claras e realistas, que possam ser alcançadas em um período de tempo definido.

3. Divida as tarefas em etapas menores

Outra estratégia que pode ajudar a reduzir a procrastinação é dividir as tarefas em etapas menores e mais gerenciáveis. Quando enfrentamos uma tarefa muito grande e complexa, é comum sentirmos desânimo e desmotivação. Ao dividir a tarefa em etapas menores, conseguimos estabelecer um senso de progresso e realização, o que pode aumentar a nossa motivação e engajamento.

4. Utilize técnicas de gestão do tempo

A gestão do tempo é uma habilidade essencial para reduzir a procrastinação e aumentar a produtividade. Existem diversas técnicas e ferramentas que podem ser utilizadas para otimizar o uso do tempo, como o método Pomodoro, que consiste em dividir o tempo de trabalho em blocos de 25 minutos, intercalados com breves pausas de 5 minutos. Outra técnica que pode ser útil é a matriz de Eisenhower, que ajuda a priorizar tarefas com base na sua importância e urgência.

5. Elimine distrações

As distrações são outro fator que contribui para a procrastinação. O uso excessivo de redes sociais, e-mails e mensagens instantâneas pode facilmente desviar a nossa atenção e impedir o progresso na realização das tarefas. Para evitar isso, é importante identificar as principais fontes de distração e adotar medidas para eliminá-las ou reduzi-las, como desativar notificações no celular ou utilizar aplicativos que bloqueiam o acesso a sites que não são relevantes para a tarefa em questão.

6. Reconheça e recompense o progresso

Por fim, é importante reconhecer e recompensar o progresso na realização das tarefas. Quando conseguimos cumprir um objetivo ou alcançar uma meta, devemos atrelar essa realização a alguma recompensa, afinal de contas, nosso cérebro nos engajará a fazer as atividades que forem mais vantajosas para ele.

Crie estratégias para celebrar cada tarefa realizada.


A vida exige de nós estratégias para que a gente consiga dar conta de todos os nossos papéis com excelência e equilíbrio.


Que tal começar a implementar essas estratégias hoje mesmo e dar um passo a mais em direção à pessoa que você quer se tornar?




Comments


bottom of page