top of page
  • Foto do escritorJuliana Martins

Use a lei do menor esforço e facilite o seu processo de emagrecimento

Atualizado: 21 de jan. de 2023


Emagrecer e manter um estilo de vida saudável pode ser um processo árduo. Algumas pessoas, por diversos fatores, possuem um comportamento impulsivo e altamente sensível à recompensa, o que faz com que dizer não, seja uma tarefa duramente difícil para elas.

Atrela-se isso ao fato de nosso cérebro querer poupar energia e nos lançar ao caminho do mínimo esforço, fazendo com que toda ação que demande muita energia para ser realizada, tenha reduzida a sua probabilidade de ocorrer, já que temos a tendência natural de sermos atraídos a optar por ações que requerem menor esforço de nossa parte.

E se eu disser que existem maneiras de facilitar esse processo, fazendo com que que haja um menor esforço cognitivo, dando ao seu cérebro uma mãozinha?

A melhor forma de fazer isso é ajustando o seu ambiente!

Dizer não para pessoas sensíveis à recompensa, se torna muito mais difícil se houver exposição. Quanto mais exposição, maior é a dificuldade de esquiva.

Dizer não ao bolo se torna mais difícil, se o bolo estiver ao alcance das mãos. Optar pela fruta parece impossível, quando o chocolate está próximo.

Pensando nisso, antes de mergulhar de cabeça em seu objetivo de mudança para uma vida mais saudável e equilibrada, planeje-se com antecedência no intuito de facilitar as coisas para o seu cérebro.

Trago aqui algumas dicas práticas para te ajudar nesse desafio e fazer você enxergar que, dizer não, pode não ser tão difícil quanto você pensa:

  • Decidiu eliminar ou reduzir o consumo de algum alimento? Não o tenha por perto!

Não compre alimentos que você decidiu reduzir o consumo ou eliminar da sua dieta. A ideia de comprar "somente para ter, caso surja a vontade" é uma grande armadilha, pois seu cérebro saberá que ele está lá e na hora que a fome apertar, o caminho até ele será reforçado, dificultando seu autocontrole.

Não comprar o chocolate, o salgadinho ou qualquer besteira que você está decidida a não comer mais na mesma quantidade, vai fazer com que haja um esforço extra para que você possa consumi-los, dificultando o acesso até eles e facilitando com que você diga não.

  • Lei do mínimo esforço na prática

Baseado nessa lei, facilite as coisas para você. Se sua intenção é comer mais frutas, deixá-las escondidas na gaveta da geladeira apenas fará com que em poucos dias tudo vá para o lixo. Disponibilize frutas em locais estratégicos (sobre a bancada da cozinha, na bolsa, na gaveta do trabalho, na copa do escritório), dessa forma você elimina qualquer impeditivo para fazer o que tem que ser feito. É olhar, pegar e comer!

Tire algumas horas do seu sábado ou domingo para planejar as refeições da sua semana. Ter opções de refeições saudáveis na geladeira, exigirá de você um esforço mínimo na hora de se alimentar.

  • Dificulte o que não quer seguir

Pense em todas as formas que você tenha de dificultar os hábitos alimentares que você não deseja mais seguir. Se precisa passar em frente ao seu fast-food preferido, siga por outro trajeto, se não consegue resistir à tentação de ter aquela comida gordurosa sendo entregue na porta da sua casa, desinstale o app de entregas do seu celular. Ao sair para almoçar, evite os restaurantes que você sabe que tem opções ruins, e escolha aquele onde você terá mais abundância de opções, de acordo com o seu objetivo.

Se você mora com outras pessoas que se alimentam de forma desajustada, peça para que guardem as besteiras em um local que seja de difícil acesso para você.

Facilitando os bons hábitos e dificultando os ruins, você transformará o seu cérebro no maior aliado do seu processo de mudança.

Pare agora mesmo para avaliar maneiras proativas de preparar o seu ambiente, para que você possa economizar energia nas ações que precisam ser feitas para que você atinja o seu objetivo de forma bem sucedida.

Comentarios


bottom of page